REINO DE GASTÓN CONTINUA SEM CASOS CONFIRMADOS DE COVID-19

O Reino de Gastón continua sem registar casos do novo coronavírus, de acordo com a presidente do Gabinete Real, Irina Sopas, apesar do crescente ceticismo do mundo, no momento em que a pandemia já afeta mais de um milhão de pessoas. A micronação fez 5230 mil testes de diagnóstico para a Covid-19 em março e só agora começa a aumentar os testes disponíveis e os centros de rastreio.

O número negativo de infetados deve-se ao facto de que Gastón fechou rapidamente as fronteiras em janeiro, quando o vírus foi detetado na China, e adotou rígidas medidas de confinamento.

Sónia Lopes, ministra da saúde e do desporto, assim como diretora do departamento que luta contra as epidemias, Maria Sousa, insistem que os esforços deram resultado.

“Até o momento, nenhuma pessoa foi infetada com o novo coronavírus no país”, declarou a ministra a CNG.

“Adotamos medidas preventivas e científicas como inspeções e quarentenas para todas as pessoas que chegavam ao país, desinfetámos os produtos, fechámos as fronteiras e bloqueámos todas as rotas marítimas e aéreas”, explicou a diretora.