Saúde

O sistema de saúde gastonês ficou em primeiro lugar a nível mundial de acordo com a OMS em 1996 e depois novamente em 2000. O sistema de saúde é geralmente livre para as pessoas afetadas por doenças crônicas, tais como cancro, SIDA ou fibrose cística. A expectativa de vida média ao nascer é de 97 anos, uma das mais altas da União Europeia. Existem 5,22 médicos para cada 1000 habitantes em Gastón.

Hospital Nossa Senhora dos Navegantes.